Prefeito e Vereadores Faxinal mandato 2017/2020

Foto: prefeito e vereadores 2017/2020

História de Faxinal

A colonização da região de Faxinal é relativamente recente, embora existam indícios históricos de ocupação jesuítica às margens do rio Ivaí. Porém apenas no século XX, após a década de trinta, é que a concessão de terras pelo governo do estado a uma colonizadora inglesa, propiciou a ocupação do território.

Em 27 de janeiro de 1926, o Decreto-Lei-Estadual n.º 85, criou o distrito policial de São Sebastião, antigo nome do lugar. O Decreto n.º 1.435, de 25 de junho de 1931, criou o Distrito Judiciário de Faxinal de São Sebastião. O Decreto-Lei n.º 199, de 30 de dezembro de 1943, alterou a denominação de São Sebastião do Faxinal para Faxinal.

Quando se tornou Interventor Federal, Manoel Ribas determinou que fosse demarcada uma área de 40 mil alqueires de terras na região do atual município de Faxinal.

Criado através da Lei Estadual n° 790, de 14 de novembro de 1951, foi instalado em 14 de dezembro do mesmo ano, sendo desmembrado de Apucarana.

Cidade pequena e pacata, a principal fonte de renda da população se encontra na agricultura e no comércio de varejo. Sua economia está em pleno desenvolvimento e expansão e com a chegada de novas indústrias no ramo agrícola o município teve uma boa elevação no número de vagas de trabalho no mercado, e a cada dia vem se firmando como Capital do Tomate, devido ao número crescente de estufas deste fruto, que está levantando a economia da cidade.

Possui uma área é de 715,943 km² representando 0,3592 % do estado, 0,127 % da região e 0,0084 % de todo o território brasileiro. Sua população estimada em 2017 é de 17.306 habitantes.

No solo predomina-se a Terra Roxa (ótima para a agricultura), sendo sua topografia: 70% plana, 20% ondulada e 10% acidentada e seu ponto mais alto é a Serra do Marumbi, com 820 metros. Também possui os latossolos de ótima permeabilidade que segue altitudes de 900 a 1.000 metros de altitude na região de Faxinalzinho e bairro Papuã.

O clima é subtropical úmido, com tendência de concentração das chuvas de verão acima do paralelo 24º Sul, sem estação seca definida. A média anual é de 19 °C, sendo a média anual das máximas de 23 °C e média anual das mínimas de 15 °C.